atividades

Culinária
Cozinhar é uma boa oportunidade para estimular, já que a culinária permite às crianças colocar a mão na massa, partilhar o que sabem e aprender de forma cativante. Aproveitamos estes momentos para apresentar uma alimentação mais saudável, introduzir algumas grandezas matemáticas como volume, peso e quantidade (conceitos que serão melhor compreendidos nos anos seguintes do Ensino Basico), usar as receitas como um meio facilitador para o grupo ganhar intimidade com os textos e cooperação entre pares.
O ensino das TIC é personalizado e ajustado à idade e interesses de cada aluno, estimulando o desenvolvimento da criatividade, autoconfiança e raciocínio. Os alunos através desta aprendizagem, desenvolvida ao longo do ano letivo, utilizam o computador como um instrumento na abordagem a diversas áreas tecnológicas, favorecendo, assim, uma melhoria no desempenho escolar e restantes atividades ligadas ao seu desenvolvimento educativo. Desta forma, as crianças envolvidas nas atividades TIC obterão uma cultura informática que constituirá uma vantagem competitiva no futuro.
Brincar é uma condição essencial para o desenvolvimento das crianças. Através das brincadeiras elas conseguem desenvolver capacidades importantes como a atenção, a memória, a imitação e a imaginação. O brincar potencia o desenvolvimento, pois é assim que aprendem a conhecer, a fazer, a conviver e, sobretudo, aprenderem a ser. Para além de estimular a curiosidade, a autoconfiança e a autonomia, brincar proporciona o desenvolvimento da linguagem, do pensamento, da concentração e da atenção.
O nosso papel enquanto profissionais assenta em estimular a imaginação das crianças, despertando ideias, questionando-as de forma a que elas próprias procurem soluções para os problemas que surjam. Além disso, brincar com as crianças, procurando estimulá-las e servir de modelo, ajuda-as a crescer. O brincar com alguém reforça os laços afetivos e a participação do adulto na brincadeira eleva o nível de interesse, enriquece e estimula a imaginação das crianças.
O Crescer no Campo dispõe de um espaço exterior previligiado onde se inclui uma horta pedagógica, pois pretende dar a conhecer a importância da agricultura e do campo agrícola.
É sabido que o contacto com a Natureza revela um papel de extrema importância na vida do ser humano. A agricultura ou jardinagem como atividade de lazer, ocupação dos tempos livres, ou até mesmo integrada nos currículos escolares proporciona às crianças benefícios de nível cognitivo, sócio afetivo e motor.
No Crescer no Campo damos a máxima importância à exploração das diferentes expressões, sendo elas a motora, dramática, plástica e musical, pois sabemos que quanto mais diversificarmos as oportunidades oferecidas às crianças, melhor vai ser a sua forma de contactar, explorar, manipular e transformar, tomando consciência de si próprio na relação com os objetos.
Dispomos de um amplo espaço exterior, onde damos as nossas aulas de expressão motora. Nestas atividades as crianças têm oportunidade de conhecer e explorar o seu corpo, as suas capacidades e pontos a melhorar, o que vai possibilitar à criança uma apropriação do mundo mais intensa e enriquecedora, transmitindo-lhe maior segurança na sua forma de estar e de agir.
A expressão dramática é um meio de descoberta de si e do outro, de afirmação de si próprio na relação com os outros que corresponde a uma forma de se apropriar de situações sociais. É na interação com as outras crianças, em atividades de jogo simbólico, que as crianças tomam consciência das suas reações, do seu poder sobre a realidade, criando e potenciando situações de comunicação verbal e não verbal.
A partir da expressão plástica a criança aprende a exprimir-se. Especialmente pela arte e pelas suas produções, pelo que a criatividade da criança deve ser uma característica a preservar e a desenvolver. A valorização das suas capacidades artísticas, torna-a mais confiante e determinada no modo como encara o mundo que a rodeia.
Quando a criança ouve música e canta, vivência momentos partilhados de prazer, ao mesmo tempo que desenvolve inúmeras das suas competências (noção de tempo, ritmo, sensibilidade auditiva) essenciais ao seu desenvolvimento global. Por isso a expressão musical também é tão importante na idade pré-escolar.
No crescer no Campo procuramos promover atividades que contribuam para a formação integral dos alunos, pois acreditamos que a Educação para a Cidadania começa na Escola. Daí de forma integradora e transversal procuramos atividades que ajudem as crianças a serem mais responsáveis, autónomas e solidárias. E a conhecerem e exercerem os seus direitos, a respeitar os outros, a adquirirem um espírito democrático, pluralista, crítico e criativo.